Arquivo: novembro 2013

20.11.2013

O bom hábito de tomar chá verde

IMG_8265 - CopyTomar chá. Está aí um hábito muito saudável, que parece ter voltado à moda.

Em países como Inglaterra, Canadá e Estados Unidos, as lojas de chá se proliferam. Tem para todos os gostos.

E entre tantas opções, poucos têm tantas propriedades funcionais benéficas para a nossa saúde como o chá verde.

Tire todas as suas dúvidas sobre o chá verde nessa entrevista com a bióloga, mestre e doutora em ciências da saúde, Maria Gabriela Valle Gottlieb. Ela foi uma das responsáveis por um estudo sobre o chá verde realizado pelo Instituto de Geriatria e Gerontologia da Pucrs, com grande repercussão pelos resultados apresentados.

chá 6A composição do chá verde

A composição química do chá verde inclui diversas classes de compostos fenólicos ou flavonóides, como flavonóis e ácidos fenólicos. Contém ainda cafeína, pigmentos, carboidratos, aminoácidos e certos micronutrientes, como as vitaminas B, C e E. Isso sem falar nos minerais como o cálcio, magnésio, zinco, potássio e ferro.

Os benefícios já comprovados do chá verde

Redução do peso corporal e da gordura abdominal (que isoladamente é um fator de risco muito sério para doenças cardiovasculares);

O chá verde tem propriedades antioxidantes (combate os radicais livres) e anti-inflamatórias (diminui a formação de moléculas que provocam a inflamação no organismo);

Alguns estudos mostram que o chá verde também possui propriedades antimutagênicas, ou seja, protegem o  nosso DNA de mutações. E antitumorais, que evitam que as nossas células entrem num processo de imortalidade e tornem-se cancerosas.

Há um limite saudável para ser tomada por dia?

Esse ponto ainda está em discussão, mas alguns pesquisadores sugerem que, para se alcançar benefícios à saúde, a ingesta seja de 2 a 3 litros de líquidos/dia. Outras pesquisas sugerem que 5 a 7 xícaras de chá também podem ser uma boa opção.

Esta recomendação está de acordo com a proposta pela American Dietetic Association, que sugere o consumo de 4-6 xícaras/dia para a redução do risco de câncer esofágico e gástrico.

Como foi o estudo realizado pela Pucrs

Utilizamos um sachê de chá verde em 200 ml de água quente, mas não fervente (aproximadamente 70°C), deixando em infusão por 5 minutos. Foi recomendado o consumo de três xícaras ao dia, uma hora antes ou após as refeições, sugerindo-se a primeira dose após o desjejum, a segunda após o almoço e a terceira após o lanche da tarde ou anterior ao jantar.

Esta posologia de chá verde forneceu em média aproximadamente 240 a 320 mg de polifenóis. Com isso nós conseguimos reduzir quase 3 cm de cintura abdominal e 1, 2 kg de peso nos idosos do nosso estudo em dois meses.

Todo mundo pode tomar chá verde?

As pessoas que sofrem com gastrite, problemas hepáticos e que têm muita ansiedade devem evitar ingerir o chá verde. No entanto, é muito importante consultar um médico e um nutricionista para uma avaliação clínica. Só assim poderão ter certeza se podem tomar, qual a dosagem e frequência de consumo.

O fato de o chá verde ter cafeína pode ser um sinal de alerta para os hipertensos?

Uma xícara de 240 ml de chá verde tem em torno de 24-34 mg de cafeína. Já, por exemplo, o café expresso (30 ml) tem em torno de 4-75 mg, bem mais que o chá verde. Não vejo contraindicação do uso do chá verde em pessoas hipertensas controladas, ou seja, que fazem o tratamento com antihipertensivo. Agora, claro se a pessoa tem demonstrado alteração de pressão arterial nos últimos tempos e ainda não está fazendo tratamento, deve consultar um cardiologista para saber se pode ou não consumir chá verde.

O estudo chegou a avaliar o seu efeito em hipertensos?

Os dados ainda são controversos quanto ao consumo de chá verde em pessoas hipertensas. O nosso estudo, por exemplo, foi conduzido em grupo de idosos portadores de síndrome metabólica, que na sua maioria são hipertensos  e fazem uso de anti-hipertensivo. E não foi relatado nenhum tipo de desconforto e muito menos elevação da pressão arterial nesse grupo investigado. Além disso, o nosso estudo mostrou que o grupo que consumiu chá verde teve tanto a pressão arterial diastólica quanto sistólica diminuída. Ou seja, na nossa amostra de idosos o chá verde foi benéfico também para os idosos hipertensos.

Como eliminar um pouco a cafeína do chá verde?

O que pode ser feito, talvez, é deixá-lo menos tempo em infusão, o que pode torná-lo com menor teor não somente de cafeína, mas também de flavonóides.

Dicas simples

Esquentar ou ferver? O chá verde deve ser servido com água quente e não fervente, porque isso pode alterar os componentes funcionais do chá. Ele também não deve ser “requentado”.

In natura ou nos saquinhos? Ambos são saudáveis, porém o in natura, geralmente vêm acompanhado de outras partes da planta, o que pode potencializar ou disponibilizar ou nutrientes desse vegetal. O importante é saber a procedência, o método de plantio e coleta e se faz uso de algum agrotóxico na planta. chá 3

Qual o melhor horário para beber o chá verde? Para efeitos de emagrecimento, o ideal é que tome o chá verde sempre 1 hora antes ou 1 hora depois das principais refeições.

Tomar o chá logo após a refeição por afetar a absorção de algum nutriente?

Com certeza pode ocorrer interações entre os diversos nutrientes da dieta e do chá verde. No entanto, não sabemos ao certo, o quanto e como o chá verde pode interagir com os outros nutrientes ingeridos pelo indivíduo. Os estudos de biodisponibilidade e interação entre nutriente e nutriente ainda são escassos e não temos como afirmar o que realmente acontece. O fato é que o chá verde atua na termogênese, aumentando-a e na oxidação das gorduras, evitando, dessa forma, o aumento no tamanho e quantidade de adipócitos e, consequentemente, prevenindo o depósito de gordura no organismo e regulando o peso corporal.

Criado por Targeteria